No aniversário da cidade de São Paulo, um encontro sobre o direito à moradia digna e a função social da Arquitetura – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

No aniversário da cidade de São Paulo, um encontro sobre o direito à moradia digna e a função social da Arquitetura

Publicação

18.01.2024

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

No aniversário da cidade de São Paulo, um encontro sobre o direito à moradia digna e a função social da Arquitetura

O encontro “Favela é o Centro – Moradia Digna como Direito”, no dia 25/01, a partir das 11h, é uma oportunidade para debater o acesso das famílias e comunidades de baixa renda aos serviços dos(as) profissionais da Arquitetura e Urbanismo no âmbito da Lei 11.888/2008 (ATHIS – Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social).

O objetivo deste debate é reforçar a função social dos(as) profissionais da área e a defesa e concretização de projetos e iniciativas que gerem moradias dignas e humanizadas.

15 (quinze) vagas disponíveis para os(as) profissionais que gostariam de participar presencialmente deste evento no Museu das Favelas, no Campos Elíseos. É preciso fazer a inscrição por meio deste formulário online (clique aqui para acessar).

Os(as) demais profissionais interessados(as) em acompanhar o debate podem assistir a transmissão pelo canal do CAU/SP no portal YouTube e também pelo canal do Museu das Favelas (clique aqui para acessar).

Trata-se de uma parceria entre o CAU/SP e Agência de Notícias das Favelas (ANF)  que encerra a campanha publicitária realizada em quatro comunidades da capital paulista (Favela do Moinho, Parque do Gato, Vila Guilherme e Freguesia do Ó), por meio da instalação de 24 peças de minidoor social nas residências e comércios locais, com o mote “Arquitetas, Arquitetos e Urbanistas desde sempre, sempre presentes”. (clique aqui para conferir o registro da campanha).

O evento que será realizado no Museu das Favelas  e vai contar com a presença da presidente do CAU/SP, Camila Moreno de Camargo, da arquiteta e urbanista Ester Carro, do Instituto de Transformação Territorial, Cultural e Socioambiental Fazendinhando, e terá moderação do jornalista Djalma Campos.

Camila Camargo foi eleita a nova presidente do CAU/SP no último dia 11 para o triênio 2024-2026. É graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UNIMEP (2004); com Mestrado pela EESC-USP( 2010) e Doutorado pelo IAU-USP( 2016); Pós-Doc, (IAU-USP, 2022); É docente no IAU-USP. Foi conselheira titular do CAU/SP na gestão 2021-23, quando coordenou a Comissão de Ética e Disciplina (CED-CAU/SP). Também foi membro do Conselho Diretor do CAU/SP e da Comissão de ATHIS (CATHIS-CAU/SP).

Ester Carro é presidente do Instituto Fazendinhando. Arquiteta e ativista, destaque FORBES Under 30 (2023) na categoria design (arquitetura e urbanismo) doutoranda aprovada em primeira colocação no processo seletivo do Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em Planejamento Urbano (2019) pela FIAM-FAAM Centro Universitário, especialista em Urbanismo Social (2021) pelo Insper e em Habitação e Cidade (2021) pela Escola da Cidade. Eleita uma das 100 mulheres extraordinárias do Brasil pelo livro Rebel Girls, colunista na plataforma Caos Planejado e integrante do elenco CASACOR-SP.

Djalma Campos é jornalista, podcaster e palestrante. Já atuou em veículos como o extinto jornal paulistano Notícias Populares (NP), foi editor assistente da revista Raça Brasil e também foi editor na RedeTV!. Colabora com veículos como a revista Forbes Brasil e com o portal de notícias UOL (Universo On-line). É coautor do e-book “Sem Palavra – Racionais MCs”. Atua como editor e apresentador do podcast de conteúdo negro Seis e Um Podcast, e é um dos idealizadores da Afrovinho, degustação afrocentrada de vinhos.

Memória das favelas brasileiras

Inaugurado em 2022, o Museu das Favelas, vinculado à Secretaria de Cultura do governo paulista, e gerido pela organização social de cultura Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), “é um ambiente de pesquisa, preservação, produção e comunicação das memórias e potências criativas das favelas brasileiras.”

O espaço, inaugurado em novembro de 2022, abriu ao público com a exposição temporária Favela-Raiz e instalações externas, o CRIA – Centro de Referência, Pesquisa e Biblioteca, o CORRE – Centro de Formação, Trabalho, Renda e Empreendedorismo, auditório e um amplo espaço de convivência no jardim.

É sediado no Palácio dos Campos Elíseos, em São Paulo, prédio centenário projetado pelo arquiteto alemão Matheus Häusler, e tombado pelo Condephaat desde o final dos anos 70.

Serviço
Encontro “Favela é o Centro – Moradia Digna como Direito”
Dia 25 de janeiro de 2024, às 11h30
Transmissão ao vivo pelo canal do CAU/SP no portal YouTube (clique aqui para acessar) e canal do Museu das Favelas (clique aqui para acessar)
São Paulo/SP

 

Atualizado em 19/01/2024

Publicação

18.01.2024

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
21.02.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo