Etapa regional da 2ª Conferência Estadual do CAU/SP chega a São Paulo – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Etapa regional da 2ª Conferência Estadual do CAU/SP chega a São Paulo

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Etapa regional da 2ª Conferência Estadual do CAU/SP chega a São Paulo

[nggallery id=64]

São Paulo recebeu na última quinta-feira, 29 de outubro, a sua etapa regional da 2ª Conferência Estadual do CAU/SP, que tem como tema “O arquiteto, o projeto e a qualidade do ambiente construído”. O evento que aconteceu no Hotel Confort, no centro da cidade, reuniu arquitetos e urbanistas para debater assuntos de grande representação para a profissão como a Resolução nº 51, que discorre sobre as atribuições exclusivas do arquiteto, valorização do projeto executivo, reserva técnica, tabelas de honorários e ensino e formação continuada.

Para compor a mesa de debates foram convidados o Presidente do Conselho, Gilberto Belleza; a Diretora Administrativa Adjunta, Violeta Kubrusly; o Diretor Financeiro, José Borelli Neto; o Conselheiro e Coordenador Adjunto da Comissão Organizadora da 2ª Conferência, Edson Elito; e os Conselheiros e Coordenadores regionais da atividade Vera Luz, Berthelina Costa e Renato Melhem.

O Presidente abriu a Conferência saudando os presentes e elogiando o trabalho realizado pela Comissão organizadora. “As etapas regionais são importantes porque vão culminar com a junção de todas as propostas colhidas por vocês para que o CAU/SP possa traçar uma nova caminhada. Nosso papel é ampliar a discussão e mostrar para onde o Conselho está indo”.

Edson Elito discorreu sobre a importância do projeto executivo. “Aqui no nosso país não temos uma cultura de arquitetura. Tanto em qualidade de vida quanto na preservação dos nossos patrimônios históricos. As obras públicas estão deixando a desejar porque acabam licitando projetos com o menor valor e não aquele com a melhor qualidade, mais elaborado. Uma obra para ser licitada precisa ter todos os projetos executivos prontos”.

Para falar sobre educação foi convidado o Diretor de Ensino e Formação Adjunto do CAU/SP, Paulo Canguçu Burgo. “O ensino e a formação ficou aquém na elaboração da lei 12.378. As universidades ainda estão abordando o curso da maneira mais antiga. Estamos vivendo um momento de sucateamento do ensino público. Precisamos rever algumas diretrizes: queremos o ensino como negócio com instituições que fazem aparecer da noite para o dia um curso com 800 vagas ou queremos melhorar a qualidade?”.

A ética e a polêmica sobre a questão que envolve o recebimento da chamada reserva técnica também estiveram presente nas falas do Presidente do CAU/SP. “Muitos profissionais fazem projetos de graça para receber reserva técnica de fornecedores. É uma situação insustentável. Nosso papel é divulgar massivamente a tabela de honorários para que o profissional não recorra a uma prática que está totalmente fora do nosso Código de Ética”.

Antes de iniciar o debate com os participantes do evento, José Borelli Neto, Berthelina Costa e Violeta Kubrusly parabenizaram a organização e as etapas regionais e enalteceram a importância dos arquitetos serem ouvidos, além de mostrarem que as portas do CAU/SP estão abertas para os profissionais.

A etapa de São Paulo recebeu muitas propostas dos profissionais presentes, que serão levadas para a 2ª Conferência Estadual. A professora Valcir Spinola propôs que fosse criado um curso para docentes arquitetos. “Estou todos os dias na sala de aula e o que vejo são sérios problemas. O ensino de arquitetura e urbanismo está muito baixo, o nível dos projetos estão cada vez piores. Minha sugestão é que se crie a possibilidade de um curso para arquitetos que queiram ser docentes para melhorar as opções dos estudantes e do ensino universitário”.

Claudio Búrigo, conselheiro do CAU/SP, comentou sobre os problemas com as obras da Copa e propôs um tema para a próxima Conferência. “Na Copa foi feito um RDC (Regime Diferenciado de Contratação) e as obras atrasaram muito mais do que se tivessem contratado um projeto completo. Proponho que em um próximo momento falemos mais sobre a questão urbanística da cidade de São Paulo”.

Ao final da reunião foram selecionados três representantes para levar as propostas colhidas para a 2ª Conferência Estadual do CAU/SP, que será nos dias 25 e 26 de novembro: Christine Iglesias, Jane Marta e Daniel Kalil.


Publicado em 04/11/2015

Carla Itália, de São Paulo/SP 

 

 

Publicação

04.11.2015

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
15.04.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo