Comissão do CAU/SP intensifica esforços para agilizar avaliação de processos – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Comissão do CAU/SP intensifica esforços para agilizar avaliação de processos

Publicação

24.11.2015

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Comissão do CAU/SP intensifica esforços para agilizar avaliação de processos

Dar celeridade à análise dos processos envolvendo profissionais têm sido a missão da Comissão Permanente de Exercício Profissional do CAU/SP neste ano.

A análise da documentação pertinente à atividade profissional – como solicitações para aprovação de RRT extemporâneos – é a principal tarefa dessa Comissão, que também encaminha os processos com possíveis infrações ao Código de Ética às instâncias apropriadas do Conselho.

A preocupação, diz o coordenador Edmilson Queiroz Dias, é que os processos sejam discutidos e resolvidos com a maior brevidade possível de modo a não prejudicar o exercício da profissão pelo arquiteto e urbanista.

Nesse sentido, a Comissão tem feito esforços para aperfeiçoar o seu fluxo de trabalho e alinhar suas práticas com o CAU/BR e os demais CAU/UFs, não somente para agilizar a análise do material recebido, mas também aumentar a segurança de suas decisões.

Trata-se de adotar procedimentos que possibilitem unificar o trabalho ou adotar critérios semelhantes para análise de processos. “Tem que haver um procedimento padrão”, sintetiza o coordenador.

A Comissão também está atenta às duas bandeiras erguidas pelo CAU/BR neste ano: a divulgação da Resolução Nº 51, que trata das atribuições privativas de arquitetos e urbanistas, e, principalmente, o combate à prática da “Reserva Técnica”.

Para Queiroz Dias, aceitar pagamento de fornecedores é uma clara quebra de confiança do contratante em relação ao profissional de Arquitetura e Urbanismo.

“O profissional também precisa entender que ele é usado pelo mercado. Ele faz o papel do vendedor, que não precisa ter salário, não precisa ter encargos sociais, que não tem final de semana remunerado, e que não tem garantias”, diz.

“Esse é o empregado mais barato que uma empresa pode ter”.

 

 

Além de Edmilson Queiroz, também participam da Comissão Claudio Barbosa Ferreira (coordenador adjunto);  Dilene Zaparoli, Luciana Rando de Macedo Bento e Marcia Mallet Machado de Moura atuam como membros titulares. Luiz Antonio Cortez Ferreira e Claudio Zardo Búrigo são membros substitutos.

Publicado em 24/11/2015
Da Redação

Publicação

24.11.2015

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
15.04.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo