Novos conselheiros e conselheiras tomam posse para a gestão 2024-2026 do Plenário do CAU/SP – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Novos conselheiros e conselheiras tomam posse para a gestão 2024-2026 do Plenário do CAU/SP

Publicação

19.12.2023

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Novos conselheiros e conselheiras tomam posse para a gestão 2024-2026 do Plenário do CAU/SP

Os novos conselheiros e conselheiras do CAU/SP tomaram posse nesta segunda-feira, 18/12, no auditório do hotel Gran Villagio no centro da capital paulista, e vão compor o Plenário deste Conselho pelo triênio 2024-2026.

Confira a lista dos conselheiros e conselheiras do CAU/SP eleitos  para a gestão 2024-2026 (Clique aqui)

Na cerimônia, o(a) novo(a) conselheiro(a) recebe o Termo de Posse, e faz a declaração de compromisso de cumprimento da lei 12.378/10 (que trata do exercício profissional da Arquitetura e Urbanismo e cria o CAU/BR e os CAU/UF), do Regimento Geral do CAU e do Código de Ética e Disciplina do Arquiteto e Urbanista.

Na mesma data, foram realizadas a 36ª Reunião Plenária Ordinária, quando a gestão que encerra o mandato (2021-2023) vota as últimas matérias e faz um balanço do triênio; e a 7ª Reunião Extraordinária, com a posse dos novos conselheiros.

Entre as pautas do dia, os conselheiros da gestão 2021-2023 aprovaram a minuta para o Acordo de Cooperação Técnica com a Prefeitura de São Paulo com foco na capacitação profissional de arquitetos(as) e urbanistas no setor público.

Também foram aprovadas a instrução e portaria normativas que tratam da regulamentação das diárias para deslocamentos e participações a serviço do Conselho.

Os profissionais e cidadãos interessados podem assistir à versão integral das Reuniões Plenárias no canal do CAU/SP no Portal YouTube [clique neste link para assistir].

Mais imagens da 36ª Reunião Ordinária e da 7ª Reunião Extraordinária (posse) estão disponíveis na Galeria de Fotos (clique aqui para acessar)

Os conselheiros e conselheiras da gestão 2021-2023.

‘CAU se agigantou’

A jornada de ontem também foi um momento de avaliação das realizações da gestão 2021-2023, caracterizada por alguns momentos inéditos na história do CAU/SP.

A eleição de uma chapa composta exclusivamente de mulheres em 2020 favoreceu a indicação, pela primeira vez, de uma presidente e vice-presidente, as arquitetas e urbanistas Catherine Otondo e Poliana Risso respectivamente.

A composição do Plenário neste triênio (2021-2023) também refletiu de forma mais fiel ao perfil da população profissional de São Paulo, majoritariamente feminina.

Na esfera federal, ocorreu a eleição de Nadia Somekh, ex-conselheira federal por São Paulo, para o cargo de presidente do CAU/BR também numa ocasião inédita.

Somekh participou da 36ª Reunião Ordinária, e cumprimentou os novos conselheiros, também fazendo um breve balanço dos avanços dos últimos anos. Mencionou os acordos com as ordens profissionais dos arquitetos africanos, os contatos com as organizações europeias, e ressaltou a influência do CAU na discussão de políticas públicas nacionais, principalmente na área de Habitação.

“Fomos ouvidos no Congresso, no Governo Federal, e fomos incluídos em políticas nacionais”, destacou, ressaltando que o “CAU se agigantou”.

A presidente do CAU/BR, Nadia Somekh, na mesa da 36a. Reunião Plenária Ordinária, com a presidente do CAUSP, Catherine Otondo, e o presidente do CEAU, Marco Antônio Teixeira.

A jornada de São Paulo

Durante a 7ª Reunião Extraordinária, a presidente Catherine Otondo e a vice Poliana Risso pontuaram algumas das principais realizações da gestão.

“Nós realizamos uma sequência de ações, de 2021 até 2023 (…) tentando buscar ampliar o alcance do CAU São Paulo em todo o território paulista”, sintetizou Risso.

A vice-presidente do CAU/SP, Poliana Risso.

Por meio dos diversos projetos para o território, salientou a vice-presidente, o Conselho procurou ouvir e atender aos profissionais do interior e do litoral, os servidores públicos da área de Arquitetura e Urbanismo, e buscou estreitar relações com as instituições de ensino superior e as associações locais de arquitetos e engenheiros.

Também lembrou a mudança das sedes regionais no interior para imóveis de maior qualidade arquitetônica, e que fomentem o encontro dos profissionais de Arquitetura e Urbanismo.

Foi ainda nesta gestão que houve a mudança da sede do edifício CBI Esplanada, no Vale do Anhangabaú, para o prédio centenário na rua XV de Novembro no Centro Histórico da capital, com a abertura de seu espaço para a população.

A presidente Otondo lembrou o cumprimento dos compromissos manifestados na eleição da primeira chapa do CAU/SP composta exclusivamente por mulheres; destacou as mudanças na forma de gestão do Conselho, com uma visão mais horizontal e compartilhada do processo decisório, e apontou a importância do CAU como instituição articuladora entre profissionais, instituições de ensino e a sociedade.

“A experiência de presidir este Conselho nos últimos três anos foi uma honra e um privilégio para mim. (…) Foi a demonstração de que é possível transformar um projeto político em projeto de gestão (…)”, declarou.

A presidente do CAU/SP, Catherine Otondo.

 

Preparação para o cargo

Além da cerimônia de posse, os novos conselheiros e conselheiras já tiveram o contato inicial com a estrutura e organização do Conselho.

Para auxiliar na sua gestão, e na administração das diversas áreas de interesse da autarquia, o Conselho conta com diversas comissões, abrangendo temas como ética e disciplina, planejamento financeiro, mobilidade, política urbana, tecnologia e muitos outros.

Apresentação das Comissões Ordinárias durante a 36a. Reunião Plenária.

Na 7ª Reunião Extraordinária, as Comissões Ordinárias do Conselho (Exercício Profissional, Ética e Disciplina, Ensino e Formação, Organização e Administração, e Planejamento e Finanças) apresentaram seus balanços do triênio, antecipando as demandas mais importantes para as comissões da próxima gestão.

A sessão também incluiu apresentações das Comissões Especiais e Temporárias do CAU/SP. Várias delas, a exemplo de CATHIS (com foco em Assistência Técnica para Habitação Social), CCOM (da área de Comunicação) e CPFAT (para políticas afirmativas) vão se tornar comissões ordinárias a partir de 2024, ganhando um caráter mais definitivo na estrutura do CAU/SP.

Ainda na reunião extraordinária, houve uma apresentação do estudo “Diagnóstico da Arquitetura e Urbanismo de São Paulo: Perfis dos Profissionais e Instituições de Ensino Superior”, com dados sobre a formação, gênero, renda e distribuição geográfica, entre outros, da população profissional paulista.

Nesta terça-feira, esta preparação para o cargo continua, com a realização de uma aula de treinamento para os novos conselheiros e conselheiras.

As primeiras tarefas de 2024

O Plenário do CAU/SP é composto por conselheiros titulares e suplentes de conselheiro no exercício da titularidade. Neste triênio, o próximo colegiado será composto por 77 conselheiros titulares (cada um com seu respectivo suplente).

Na primeira reunião do novo Plenário, prevista para o início de janeiro, serão eleitos(as) o(a) próximo(a) presidente e vice-presidente do CAU/SP.

Tradicionalmente, também há a formação das comissões ordinárias e especiais, compostas pelos conselheiros e conselheiras, e a indicação dos coordenadores(as) e coordenadores(as)-adjuntos(as).

Os conselheiros e conselheiras eleitos (titulares e suplentes) para a gestão 2024-2026.

Atualizado em 20/12/2023

Publicação

19.12.2023

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
21.02.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo