Seminário ‘Archinexus’ amplia o debate sobre Assistência Técnica e empreendedorismo – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Seminário ‘Archinexus’ amplia o debate sobre Assistência Técnica e empreendedorismo

Publicação

19.12.2019

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Seminário ‘Archinexus’ amplia o debate sobre Assistência Técnica e empreendedorismo

O “1º Seminário Internacional de Valorização e Desenvolvimento Profissional: Archinexus” fez parte da programação da “Semana de Arquitetura e Urbanismo do CAU/SP” e for organizado em parceria com o CAU/BR.

No dia 28/11, André Luiz Queiroz Blanco, coordenador da Comissão de Desenvolvimento Profissional do CAU/SP, foi o responsável pela abertura do evento, realizado no Novotel Jaraguá, em São Paulo. Ele também mediou o debate entre os convidados, que teve como tema central a ATHIS (Assessoria Técnica para Habitação de Interesse Social).

Entre as convidadas, a líder do Movimento Sem Teto do Centro (MSTC), Carmem Silva Ferreira, lembrou da importância de ter recebido assistência técnica de arquitetos e urbanistas “na fase de amadurecimento da ocupação do Hotel Cambridge”, na região central da capital paulista.

“Graças à parceria e ao entendimento da assessoria técnica, de compreender a Arquitetura como vida, é que hoje nós temos resultados. Se não tivéssemos a presença efetiva da assessoria técnica, com essa compreensão de urbanismo, de cidade e de inclusão, não teríamos resultados tão relevantes”, disse.

“Um dos papéis do nosso Conselho é buscar a melhoria e a valorização da Arquitetura e Urbanismo para a sociedade. Além da nossa função de fiscalizar a profissão, o exercício profissional, nós também temos promovido ações e diálogos com a sociedade e os órgãos públicos”, disse na ocasião o presidente do CAU/SP, José Roberto Geraldine Junior. “Essa interlocução do CAU com o poder público, especialmente com o Executivo, tem sido primordial para que a gente possa avançar na construção de boas práticas e políticas públicas”, afirmou ainda.

Habitações populares

No segundo dia de atividades, o evento voltou a discutir a importância do acesso à Arquitetura e Urbanismo para a população de baixa renda e as políticas públicas adotadas. O empreendedor social Fernando Assad, idealizador do Programa Vivenda, que promove reformas de habitações populares, acredita que só as políticas públicas não sejam suficientes para resolver o problema da falta de moradia. “Precisamos ampliar nossas estratégias e desenvolver o mercado para o trabalho com habitações sociais, com a nossa ética. É uma oportunidade para os arquitetos e urbanistas, visto que as construtoras não têm interesse”, disse Assad.

Para a conselheira Federal do CAU/BR por São Paulo, Nádia Somekh, estamos passando por um retrocesso civilizatório. “O mercado só se interessa pelo que dá lucro e o poder público só se interessa pelo mercado. Os interesses econômicos predominam. Não interessa para o mercado produzir para pobre”, contestou. “Mas temos também que ampliar a ideia de não construir só espaços privados, mas também urbanismo”, completou.

Foi justamente o empreendedorismo em Arquitetura e Urbanismo que dominou a programação do terceiro dia do Seminário. Após uma palestra por Skype, com a arquiteta e urbanista espanhola Cristina Gamboa, sobre o trabalho de uma cooperativa de arquitetos e urbanistas de Barcelona, o público presente participou de uma atividade promovida pelo Sebrae, que teve como finalidade propor uma plataforma de negócios inovadora que integrasse três públicos: o Conselho, o mercado e a sociedade civil.

No dia seguinte, encerrando a programação, arquitetos e urbanistas participaram de visitas técnicas a prédios no centro da cidade, como o Theatro Municipal, Praça das Artes e o edifício Copan.

Publicado em 19/12/2019
Da Redação

 

Publicação

19.12.2019

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
28.02.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo