Encontro de professores debate ensino e formação em Técnicas Retrospectivas – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Encontro de professores debate ensino e formação em Técnicas Retrospectivas

Publicação

06.04.2016

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Encontro de professores debate ensino e formação em Técnicas Retrospectivas

[imagebrowser id=79]

É atribuição exclusiva de arquitetos e urbanistas o trabalho relacionado ao projeto e execução de intervenção no patrimônio histórico, seja ele cultural, artístico, arquitetônico, urbanístico, paisagístico, monumentos ou edificações, conjuntos e cidades.

Nesse sentido, desde 1994, adotou-se obrigatoriedade da disciplina de Técnicas Retrospectivas nas faculdades de Arquitetura e Urbanismo brasileiras.

Foi para discutir essa prática que o Grupo de Trabalho do CAU/SP dedicado à discussão do Patrimônio Histórico organizou o “Encontro de Professores de Técnicas Retrospectivas e Restauro do Patrimônio Arquitetônico e Urbanístico”. A atividade aconteceu no último dia 2 de abril, nas dependências do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo, e reuniu professores de universidades do Estado de São Paulo.

O Presidente do CAU/SP, Gilberto Belleza, prestigiou a atividade e compôs a mesa de abertura, juntamente com José Hermes Martins Pereira, Diretor do Arquivo Histórico Municipal, e os arquitetos e urbanistas Cassia Magaldi e Walter Pires, coordenadora e membro titular do GT do CAU/SP, respectivamente.

Após breve saudação, José Hermes registrou que o Arquivo Histórico Municipal está à disposição e aberto a parcerias com as universidades. “São sempre muito bem-vindas”, disse, manifestando anseio por estreitar laços e estabelecer projetos conjuntos.

O Presidente do CAU/SP destacou a importância da Resolução Nº 51 do CAU/BR, que pontua como atribuição exclusiva de arquitetos e urbanistas o trato com o Patrimônio Histórico, reafirmando a missão do Conselho na fiscalização e controle da profissão. “Também quero cumprimentar o Grupo de Trabalho pelo importantíssimo papel e contribuição ao Conselho”, afirmou Gilberto Belleza.

Para Walter Pires, a criação da obrigatoriedade da disciplina de Técnicas Retrospectivas aponta uma importante demanda, anteriormente restrita à especialização ou pós-graduação, formando profissionais mais qualificados.

Cassia Magaldi ressaltou que a realização do Encontro no Arquivo Histórico Municipal é emblemática e apontou a necessidade de que os profissionais saiam aptos ao trato do patrimônio cultural. “Essa é uma preocupação que também deve ser do CAU”, refletiu.

Foram apresentados aos participantes do evento dados sobre pesquisa realizada pelo Grupo de trabalho, com apoio da Diretoria de Ensino e Formação do CAU/SP, com coordenadores de curso de Arquitetura e Urbanismo, afim de mapear os desafios e condições de ensino da disciplina em questão.

As discussões do Encontro foram intermediadas pela exposição de professores convidados, entre eles: Beatriz Mugayagar Kuhl, Leila Diêgoli e Marcos José Carrilho.


Publicado em 06/04/2016

Daniele Moraes, de São Paulo/SP 

Publicação

06.04.2016

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
23.07.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo