Confira a apresentação do balanço do CAU/SP sobre as atividades e realizações da gestão 2021-2023 – CAU/SP

Portal da Transparência

Notícias

Confira a apresentação do balanço do CAU/SP sobre as atividades e realizações da gestão 2021-2023

Publicação

21.12.2023

Categorias:

Escrito por:

Redação CAU/SP

Compartilhar

Confira a apresentação do balanço do CAU/SP sobre as atividades e realizações da gestão 2021-2023

Nesta quinta-feira, 21/12, o CAU/SP realizou um evento interno para apresentação do balanço da gestão 2021-2023.

Um relatório detalhado, mas sintético, destas informações está disponível a todos os(as) profissionais arquitetos(as) e urbanistas e quaisquer cidadãos interessados (veja o link abaixo).

Veja o Balanço Geral CAU/SP Gestão 2021-2023 (clique aqui para acessar)

A presidente Catherine Otondo destacou uma série de transformações –algumas mais visíveis que outras para o público externo— e que alteraram os procedimentos de trabalho da autarquia, seus relacionamentos com outras instituições e a própria prestação de serviços à sociedade.

“Parece que se passaram 10 anos de tanto o que nós fizemos”, pontuou, “(…) acho que somente daqui a alguns anos nós vamos entender o tamanho da ruptura em todas as áreas que vocês [funcionários e conselheiros] ajudaram a construir”.

Ela ressaltou as mudanças no processo decisório da autarquia, mais horizontal e por consenso. Lembrou da articulação e produção do Planejamento Estratégico para o triênio, e que ajudou a guiar, de forma mais integrada, o trabalho das diversas comissões que compõem o CAU/SP.

Em termos de realizações internas, e importantes para a eficiência da autarquia, houve a implementação da plataforma SEI (Sistema Eletrônico de Informações), permitindo a administração dos fluxos de trabalho com menos papel e mais transparência.

O Portal da Transparência do CAU/SP também passou por uma importante alteração em seu lay-out, tornando o acesso às informações fundamentais do Conselho mais fácil e mais amigável a todos os cidadãos.

Nos próximos meses, os profissionais vão observar novas mudanças na prestação de serviços com a abertura do novo portal de atendimento, que vai incluir recursos de inteligência artificial e deve tornar a recepção às demandas dos(as) profissionais mais ágil e eficiente.

Uma nova gestão numa nova sede

O aspecto mais visível das mudanças desta gestão provavelmente a mudança da sede na capital, há anos no Vale do Anhangabaú, para o prédio centenário na rua XV de Novembro no Centro Histórico.

A nova sede virou um ponto de encontro para os profissionais, e local de várias exposições e eventos que promovem a Arquitetura e Urbanismo para os milhares de cidadãos que transitam todos os dias pelo calçadão do centro.

A presidente Catherine destacou o trabalho necessário para implementar a infraestrutura básica para receber os funcionários, e atender aos profissionais. A nova sede vai passar nos próximos anos por um amplo processo de reforma que vai transformar o edifício tombado.

A presidente do CAU/SP Catherine Otondo.

 

O projeto vencedor para esta reforma – a cargo do escritório H+F—foi escolhido por meio de edital que se tornou uma referência para os demais CAU/UF e até mesmo outros órgãos públicos, lembrou ela.

“A [nova] sede é uma conquista”, afirmou, “(…) hoje nós temos a AVCB (*), algo que quase nenhum órgão público tem”.

Valorização do território paulista

Nos últimos anos, o CAU/SP desenvolveu uma série de projetos para fortalecer a presença da autarquia pelos municípios do interior e litoral.

Estas mudanças ocorreram não somente fisicamente, com novas sedes para os escritórios descentralizados (as representações regionais do CAU/SP distribuídas pelo estado de SP), mas, novamente, com uma transformação da organização da autarquia.

A Vice-Presidência ganhou nova relevância e um foco: o território paulista. Como destacou a vice-presidente Poliana Risso, as sedes regionais passaram a ser mais que um espaço de prestação de serviços burocráticos, e também um local de debate e reflexão sobre a produção local.

A instalação do novo escritório do CAU/SP em Ribeirão Preto num marco da cidade, a Residência Clotilde e Sérgio Ferreira, é um dos exemplos mais visíveis desta relevância renovada das sedes regionais.

A vice-presidente Poliana Risso

Uma rede de relações

A presidente Catherine ainda destacou a ampliação das relações do Conselho com outras instituições, a exemplo do acordo recém-firmado com a Fundação Theatro Municipal, e das parcerias com as organizações da Bienal de Arquitetura, e da feira de Arquitetura de Interiores CASACOR.

Também lembrou as mudanças nas ações de fiscalização do exercício profissional, com ênfase no caráter educativo e orientativo.

Para Catherine, foi importante reconhecer que o conceito de ‘fiscalização’ pode ser muito abrangente do que inicialmente se pensa, e que ainda é necessário ampliar o conhecimento da sociedade sobre o campo de trabalho dos(as) arquitetos(as) e urbanistas.

É preciso combater, ressaltou, a noção de que ‘Arquitetura é [somente] para a elite’.

“Arquitetura, na verdade, é para todos, e quanto mais para todos ela for, melhor será para o nosso ambiente e para as nossas cidades”, concluiu.

 

(*) Auto de vistoria fornecido pelo Corpo de Bombeiros para uma edificação que cumpre as regulamentações de segurança contra incêndio.

Publicação

21.12.2023

Escrito por:

Redação CAU/SP

Categorias:

Compartilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
21.02.2024

Como participar dos editais de Fomento do CAU/SP?

capa fomentos.3

Os Editais de Fomento consolidando as parcerias entre CAU/SP e a sociedade civil.

Como contratar um arquiteto?

É recomendável contratar um profissional da Arquitetura e Urbanismo considerando três aspectos: combinando as regras; levantando as necessidades e como o arquiteto e urbanista trabalha.

Contrate um arquiteto! Conheça 12 passos que você deve saber antes de construir ou reformar.

Pular para o conteúdo